Local destinado apenas para ALUNOS do SENAC BAURU

Objetivo
Curso profissionalizante em que o aluno aprende a montar e a fazer a manutenção de microcomputadores, a instalar e configurar redes, a desenvolver sistemas e websites. Ao concluir o curso, o participante torna-se capacitado para atuar em diversos setores da área de tecnologia da informação. 

(Carga horária: 1200 horas)
Atuação no mercado de trabalho
O técnico em informática pode trabalhar em empresas de tecnologia nos setores de operação e manutenção de micros, suporte à informática, service desk, administrador de redes, desenvolvimento de software e websites, em centros de processamentos de dados, provedores de acesso à Internet, ou administrando seu próprio negócio como consultor.

Panorama de mercado
O profissional que atua como técnico em informática é indispensável às empresas públicas e privadas que utilizam os computadores como ferramenta essencial às suas atividades. Essa atual expansão do mercado está aumentando o campo de atuação dentro dessas empresas, pois praticamente todas as empresas tem redes de computadores para que a informação trafegue com mais agilidade e para que todos os funcionários tenham a mesma plataforma de trabalho, sendo assim todas as atividades de operação, instalação, manutenção e suporte a computadores e redes de computadores, além do desenvolvimento de softwares e criação de websites são as que possibilitam a entrada no mercado de trabalho. 
- Concluintes ou egressos do ensino médio que se identificam com TI;
- Profissionais da área que necessitem desenvolver competências técnicas em manutenção de computadores, redes, desenvolvimento de software e criação de web sites.
Escolaridade mínima: cursando 2º ano do ensino médio
Proposta metodológica
O aluno desenvolve projetos práticos, ao longo do curso, por meio de situações que envolvem estudos de casos, análises, soluções de problemas e estímulo à pesquisa, simulando o dia a dia de um profissional da área. As aulas são desenvolvidas também em laboratórios de software, hardware e sala de aula convencional. 
Assistente de Suporte e Manutenção de Computadores
Planejar e executar:
- a montagem de computadores.
- a instalação de hardware e software para computadores.
- a manutenção de computadores.

Assistente de Operação de Redes de Computadores
Planejar e executar:
- a instalação de redes locais de computadores.
- a manutenção de redes locais de computadores.
- a instalação, configuração e o monitoramento de sistemas operacionais de redes locais (servidores).

Assistente de Desenvolvimento de Aplicativos Computacionais
- Conceber, analisar e planejar o desenvolvimento de software;
- Executar os processos de codificação, manutenção e documentação de aplicativos computacionais para:
- desktops.
- dispositivos móveis;
- internet;
- Executar teste e implantação de aplicativos computacionais;
- Desenvolver e organizar elementos estruturais de sites;
- Manipular e otimizar imagens vetoriais, bitmaps gráficos e elementos visuais de navegação para web.


Local destinado apenas para ALUNOS do SENAC BAURU


Certificação Linux LPI Nível 1 - LPIC1

Objetivo:
Capacitar o aluno a operar o sistema operacional Linux com linhas de comando, executar tarefas de manutenção, como ajuda a usuários externos, adicionar usuários, gerenciamento de arquivos e processos, shutdown e reboot. O curso capacita também para a instalação e configuração de workstations, além de conectá-las em redes LAN ou no modo stand-alone. 
Este curso é preparatório para os exames LPI 101 e 102, que compõem a Certificação LPI Nível 1 - LPIC1.
(Carga horária: 80 horas)
O profissional certificado poderá trabalhar em ambientes de computação que usam Linux como sistema operacional de clientes/servidores em um ambiente corporativo, dando suporte, implementando e administrando qualquer máquina cliente/servidor em um ambiente Linux.

Panorama de mercado:
A Linux Foundation, em parceria com a consultoria Dice, divulgou uma pesquisa sobre empregos na área de TI que demandam profissionais qualificados em Linux. O estudo entrevistou cerca de 2600 profissionais e mais de 850 gerentes de RH do mundo todo.
As conclusões são animadoras para quem investiu nesta carreira ou quem pretende investir.
Veja os principais detalhes da pesquisa:
" 93 % dos gerentes pretendem contratar um profissional Linux nos próximos 6 meses. 9 em cada 10, dizem que é difícil contratar alguém com qualificação suficiente (principalmente com experiência comprovada);
" Os salários destes profissionais está subindo mais do que a média dos profissionais da área, que é 9% nos Estados Unidos a média chegou a quase 91 mil dólares por ano. 75% dos profissionais receberam aumento nos últimos seis meses e 35% pretendem trocar de emprego nos próximos 12 meses.
É desejável que o aluno possua conhecimentos básicos em Windows ou Linux, como gerenciamento de arquivos e pastas, instalação e desinstalação de programas, edição de textos, planilhas e apresentações.
Estudantes e profissionais de TI que queiram aprimorar seus conhecimentos e possuir uma certificação Linux, o que é um grande diferencial no mercado de trabalho.
Idade mínima: 16 anos
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo
Durante o curso serão desenvolvidos exercícios teóricos e práticos com utilização dos Sistemas Operacionais Linux Ubuntu e Debian, visando à preparação do participante para a certificação Linux LPI Nível 1.
LPI 101
- Arquitetura de sistema
- Instalação do Linux e administração de pacotes
- Comandos GNU e Unix
- Dispositivos, sistemas de arquivos Linux e hierarquia padrão de sistema de arquivos - FHS

LPI 102
- Shells, scripts e administração de dados
- Interfaces de usuário e desktops
- Tarefas administrativas
- Serviços essenciais do sistema
- Fundamentos de rede
- Segurança
O Senac confere certificado de conclusão do curso.


Local destinado apenas para ALUNOS do SENAC BAURU


Certificação Linux LPI Nível 1 - LPIC1

Objetivo:
Capacitar o aluno a operar o sistema operacional Linux com linhas de comando, executar tarefas de manutenção, como ajuda a usuários externos, adicionar usuários, gerenciamento de arquivos e processos, shutdown e reboot. O curso capacita também para a instalação e configuração de workstations, além de conectá-las em redes LAN ou no modo stand-alone.
Este curso é preparatório para os exames LPI 101 e 102, que compõem a Certificação LPI Nível 1 - LPIC1.
(Carga horária: 80 horas)
O profissional certificado poderá trabalhar em ambientes de computação que usam Linux como sistema operacional de clientes/servidores em um ambiente corporativo, dando suporte, implementando e administrando qualquer máquina cliente/servidor em um ambiente Linux.

Panorama de mercado:
A Linux Foundation, em parceria com a consultoria Dice, divulgou uma pesquisa sobre empregos na área de TI que demandam profissionais qualificados em Linux. O estudo entrevistou cerca de 2600 profissionais e mais de 850 gerentes de RH do mundo todo.
As conclusões são animadoras para quem investiu nesta carreira ou quem pretende investir.
Veja os principais detalhes da pesquisa:
" 93 % dos gerentes pretendem contratar um profissional Linux nos próximos 6 meses. 9 em cada 10, dizem que é difícil contratar alguém com qualificação suficiente (principalmente com experiência comprovada);
" Os salários destes profissionais está subindo mais do que a média dos profissionais da área, que é 9% nos Estados Unidos a média chegou a quase 91 mil dólares por ano. 75% dos profissionais receberam aumento nos últimos seis meses e 35% pretendem trocar de emprego nos próximos 12 meses.
É desejável que o aluno possua conhecimentos básicos em Windows ou Linux, como gerenciamento de arquivos e pastas, instalação e desinstalação de programas, edição de textos, planilhas e apresentações.
Estudantes e profissionais de TI que queiram aprimorar seus conhecimentos e possuir uma certificação Linux, o que é um grande diferencial no mercado de trabalho.
Idade mínima: 16 anos
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo
Durante o curso serão desenvolvidos exercícios teóricos e práticos com utilização dos Sistemas Operacionais Linux Ubuntu e Debian, visando à preparação do participante para a certificação Linux LPI Nível 1.
LPI 101
- Arquitetura de sistema
- Instalação do Linux e administração de pacotes
- Comandos GNU e Unix
- Dispositivos, sistemas de arquivos Linux e hierarquia padrão de sistema de arquivos - FHS

LPI 102
- Shells, scripts e administração de dados
- Interfaces de usuário e desktops
- Tarefas administrativas
- Serviços essenciais do sistema
- Fundamentos de rede
- Segurança
O Senac confere certificado de conclusão do curso.

Local destinado apenas para ALUNOS do SENAC BAURU

Objetivo
Curso profissionalizante em que o aluno aprende a montar e a fazer a manutenção de microcomputadores, a instalar e configurar redes, a desenvolver sistemas e websites. Ao concluir o curso, o participante torna-se capacitado para atuar em diversos setores da área de tecnologia da informação. 

(Carga horária: 1200 horas)
Atuação no mercado de trabalho
O técnico em informática pode trabalhar em empresas de tecnologia nos setores de operação e manutenção de micros, suporte à informática, service desk, administrador de redes, desenvolvimento de software e websites, em centros de processamentos de dados, provedores de acesso à Internet, ou administrando seu próprio negócio como consultor.

Panorama de mercado
O profissional que atua como técnico em informática é indispensável às empresas públicas e privadas que utilizam os computadores como ferramenta essencial às suas atividades. Essa atual expansão do mercado está aumentando o campo de atuação dentro dessas empresas, pois praticamente todas as empresas tem redes de computadores para que a informação trafegue com mais agilidade e para que todos os funcionários tenham a mesma plataforma de trabalho, sendo assim todas as atividades de operação, instalação, manutenção e suporte a computadores e redes de computadores, além do desenvolvimento de softwares e criação de websites são as que possibilitam a entrada no mercado de trabalho. 
- Concluintes ou egressos do ensino médio que se identificam com TI;
- Profissionais da área que necessitem desenvolver competências técnicas em manutenção de computadores, redes, desenvolvimento de software e criação de web sites.
Escolaridade mínima: cursando 2º ano do ensino médio
Proposta metodológica
O aluno desenvolve projetos práticos, ao longo do curso, por meio de situações que envolvem estudos de casos, análises, soluções de problemas e estímulo à pesquisa, simulando o dia a dia de um profissional da área. As aulas são desenvolvidas também em laboratórios de software, hardware e sala de aula convencional. 
Assistente de Suporte e Manutenção de Computadores
Planejar e executar:
- a montagem de computadores.
- a instalação de hardware e software para computadores.
- a manutenção de computadores.

Assistente de Operação de Redes de Computadores
Planejar e executar:
- a instalação de redes locais de computadores.
- a manutenção de redes locais de computadores.
- a instalação, configuração e o monitoramento de sistemas operacionais de redes locais (servidores).

Assistente de Desenvolvimento de Aplicativos Computacionais
- Conceber, analisar e planejar o desenvolvimento de software;
- Executar os processos de codificação, manutenção e documentação de aplicativos computacionais para:
- desktops.
- dispositivos móveis;
- internet;
- Executar teste e implantação de aplicativos computacionais;
- Desenvolver e organizar elementos estruturais de sites;
- Manipular e otimizar imagens vetoriais, bitmaps gráficos e elementos visuais de navegação para web.